Beneficiários da formação

Para apoiar a resposta nacional ao VIH/SIDA em Angola, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em Angola e o Fundo Global de Luta contra a SIDA, Tuberculose e Malária vão realizar a segunda fase da formação, para profissionais de saúde, sobre a monitorização do tratamento de pacientes em tratamento com antiretrovirais, através da medição da carga viral, e sobre o diagnóstico precoce para crianças expostas.

O treinamento decorre de dia 18 a 22 de Janeiro, em Benguela, e tem como objectivo a diminuição da morbimortalidade na província.

No treinamento está a ser discutida a metodologia para que sejam alcançados os objectivos definidos. Além da exposição teórica, a formação vai permitir uma demostração prática, com exercícios práticos sobre o manuseamento de colheita de amostra de carga viral e sobre o Diagnóstico Precoce Infantil (DPI).

Participam médicos, enfermeiros, psicólogos e técnicos de análises clínicas dos municípios do Balombo, Bocoió, Caimbambo, Cubal, Chongorói, Ganda e Benguela.

O PNUD, em conjunto com o Governo de Angola  e outros parceiros de implementação,  continua a apoiar a resposta nacional ao VIH/SIDA como Principal Receptor das subvenções do Fundo Global disponibilizadas a Angola, contribuindo assim para o objectivo adoptado por Angola de acabar com a SIDA até 2030. Financiam serviços de prevenção, de tratamento do VIH nas crianças, adultos, mulheres gravidas, mulheres adolescentes e jovens e nas populações-chave.

A nível global, o PNUD trabalha com parceiros para apoiar os países a assegurar a continuidade dos serviços de VIH durante a pandemia da COVID-19, através do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre VIH/SIDA, da sua parceria com o Fundo Global, e como líder técnico do quadro das Nações Unidas para a resposta social e económica imediata à COVID-19.

 

Icon of SDG 01 Icon of SDG 03

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Angola 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue