Na sequência da implementação da Nova Subvenção do Fundo Global, a Ministra da Saúde, Dra. Silvia Lutucuta, a Gestora Regional do Fundo Global para África Austral e Oriental, Gail Steckley, o Representante Residente do PNUD em Angola, Edo Stork, a Representante Residente Adjunta do PNUD, Mamisoa Rangers, os governadores provinciais de Benguela e Cuanza Sul e responsáveis do Mecanismo de Coordenação Nacional (MCN) reuniram-se na terça-feira para a abertura oficial da missão virtual do Fundo Global.

A missão, que decorre de 28 de Setembro a 4 de Outubro, servirá para discutir a nova subvenção do Fundo Global no valor de 103.2 milhões de dólares, lançada em Julho, para combater o VIH, a Tuberculose, a Malária e a COVID19 em Angola.

O objectivo da missão é criar um espaço para reuniões trimestrais de revisão programática com as principais partes envolvidas na implementação da subvenção, o que levará a uma melhor coordenação das atividades, especialmente a nível nacional e subnacional.

“Esta missão virtual é uma oportunidade para analisar os desafios encontrados no terreno e que novas estratégias podem ser adoptadas para assegurar que a subvenção tenha um forte impacto positivo na vida das comunidades angolanas. O Mecanismo de Coordenação Nacional tem vindo a alcançar os objectivos pretendidos, exigindo-nos um maior empenho e inovação para atingir as metas estabelecidas, disse a Ministra da Saúde, Dra. Sílvia Lutucuta, na sua intervenção’’.

Por seu lado, o Gestor de Portfólio do Fundo Global para Angola, Dr. Joshua Galjour, salientou que a missão virtual dá a oportunidade de partilharmos os desafios enfrentados no início da implementação da Nova Subvenção directamente com a Ministra da Saúde e de delinear a continuidade do diálogo entre as partes interessadas.

‘’Durante esta semana, mais uma vez estaremos unidos num processo semelhante, três meses dentro da implementação da Nova Subvenção, mas também um mês após a apresentação do último Relatório da Subvenção anterior. Teremos, portanto, a oportunidade de colectivamente, olharmos para o passado e também para o futuro”, afirmou o Representante Residente do PNUD em Angola, Dr. Edo Stork, acompanhado pela Dra. Mamisoa Rangers, Representante Residente Adjunta do Programa & Operações e da equipa técnica do Projeto Fundo Global do PNUD.

Esta missão, que se insere no âmbito das actividades regulares da Equipa do Fundo Global e envolve reuniões com o Ministério de Saúde, os membros da MCN, os vários grupos de trabalho técnico e os Receptores Principais, procura desta forma: i) avaliar o nível de realização das metas programáticas para cada componente da subvenção durante o primeiro período de implementação; ii) identificar os fatores (fatores facilitadores e inibidores) responsáveis por este nível de realização; iii) identificar as atividades não implementadas no trimestre em análise e avalie a sua relevância para serem incluídas no período de implementação remanescente do ano; iv) priorizar as melhores metas / iniciativas para o próximo período de implementação; v) avaliar o progresso feito para resolver as questões apontadas pelo Painel de Revisão Técnica; vi) identificar desafios na implementação geral da subvenção, incluindo os prêmios a nova alocação do C19RM para 2021.

 

 

Icon of SDG 01 Icon of SDG 03

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Angola 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue