O WhatsApp anunciou o lançamento mundial do Centro de Informação do WhatsApp sobre Coronavírus, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a UNICEF, que dá dicas gerais e fontes de informação confiáveis para os utilizadores da aplicação, com o objetivo de reduzir a circulação de boatos, rumores e informações falsas e conectar os utilizadores a fontes credíveis.

O Centro de Informação do WhatsApp sobre Coronavírus tem um guia simples para trabalhadores da saúde, educadores e professores, líderes comunitários, sociedade civil organizada, governos locais e empresários relacionados às comunicações via WhatsApp. Para acessar, clique aqui.

As recomendações oferecerão um guia rápido sobre como pequenos grupos podem aproveitar ao máximo as funções do WhatsApp e o PNUD irá distribuí-lo àqueles que coordenam esforços locais. Além disso, o WhatsApp trabalha em parceria com a OMS e UNICEF na promoção de linhas directas para os utilizadores ao redor do mundo. Essas linhas directas oferecerão informações confiáveis.

“Obter informação atualizada sobre a COVID-19 para as comunidades locais de todo o mundo é um passo fundamental nos esforços da comunidade internacional para conter a propagação do vírus”, afirmou Achim Steiner, Administrador do PNUD. “As parcerias com empresas do sector privado como o WhatsApp ajudarão a levar informação vital, e em tempo real, da Organização Mundial da Saúde e dos agentes locais de saúde para milhões e milhões de utilizadores em todo o mundo”.

Até ao momento, o WhatsApp trabalhou com vários ministérios de saúde e ONGs para oferecer informação objetiva aos usuários por meio de textos. À medida em que os esforços continuam, o centro é actualizado com as informações mais recentes.

“Sabemos que os nossos utilizadores estão a usar o WhatsApp mais do que nunca neste momento de crise, seja para falar com os amigos e entes queridos, médicos com os seus pacientes, professores com os seus estudantes. Queríamos oferecer um recurso simples que pudesse ajudar a conectar as pessoas neste momento”, declarou Will Cathcart, Diretor do WhatsApp. “

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Angola 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue