© PNUD em Angola

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em Angola em Parceria com o Ministério da Economia e Planeamento, realizaram na manhã de ontem, no Hotel Trópico, em Luanda, o workshop de Apresentação do novo Documento do Programa do PNUD para o País, para o ciclo  2020-2022, num ambiente de diálogo onde os parceiros tiveram a oportunidade de discutir entre si e com as equipas do escritório  do PNUD em Angola e da ‎Etiópia sobre a eficácia do novo CPD.

Destaca-se que o novo Documento do Programa do PNUD para o País, com o foco de «Não Deixar Ninguém para Trás», irá apoiar directamente o Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022, a Visão Angolana 2025-50, e outras políticas e estratégias nacionais chave, e está enquadrado no novo Quadro de Parceria entre o Governo de Angola e o Sistema das Nações Unidas (UNDAF) para o período 2020-2022.

A sessão de abertura foi presidida pelo Director Nacional do Planeamento do Ministério da Economia e Planeamento, Dr. Rui Simões na presença de Altas Entidades do Executivo Angolano, Representantes das Organizações Internacionais, da Sociedade Civil  entre outros. Durante a sua intervenção o Director Nacional do Planeamento recomendou o diálogo entre os parceiros de implementação e reteirou o alinhamento do novo Documento do PNUD para o país com o PDN 2018 – 2022.

Ao fazer o uso da Palavra, o Representante Residente Interino do PNUD, Dr. Henrik Larsen afirmou que o novo Documento do PNUD para o país, trás 11 contribuições sólidas em três áreas de especialidade do PNUD para apoiar a firme caminhada de Angola no reforço do desenvolvimento sustentável, da democracia participativa, establidade e direitos humanos e está dividido em três áreas de especialidade, que irão direccionar, de forma abrangente, as acções do PNUD.

Entre as várias sugestões partilhadas para garantir a eficácia da implementação do novo Documento do PNUD, os participantes propuseram a tradução dos projectos  para as línguas nacionais, garantindo, assim, maior participação e inclusão da população angolana, promover a capacitação técnica a nível local, com foco na agricultura familiar e advogar os  projectos sobre a erradicação da pobreza em Angola junto das organizações internacionais, com o intuito de arrecadar mais apoio.

De referir que o evento resultou de um trabalho conjunto entre o PNUD em Angola e os parceiros de implementação, nomeadamente o Governo, sociedade civil e parceiros de desenvolvimento multilaterais e bilaterais, que juntaram sinergias e reforçaram o compromisso sobre as prioridades e as principais parcerias na implementação, bem como a contribuição estratégica do PNUD em Angola à visão do PND e prioridades nacionais do país.

Siga os  links para aceder o novo Documento do PNUD para o país (CPD 2020-2022), o discurso do Representante Residente  do PNUD em Angola e a apresentação em powerpoint sobre as Áreas Programáticas Prioritárias, Parcerias e Resultados

Icon of SDG 01 Icon of SDG 05 Icon of SDG 10 Icon of SDG 16 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue