UNDP Angola

O Governo Provincial de Luanda e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) assinaram, esta quarta-feira , dia 5 de Agosto, um Memorando de Entendimento para definir o quadro de parceria em relação à organização e o funcionamento da Academia do Emprendedor de Luanda e a Estratégia de Engajamento Comunitário, no âmbito das medidas de prevenção e combate à COVID-19 na província de Luanda.

A Governadora da Província de Luanda Joana Lina referiu que, considerando “todo o ecossistema de empreendedorismo em Luanda, público e privado”, a Academia será um parceiro para “transformar muitos sonhos em realidade”.

 “Penso que o PNUD é o parceiro certo para esta iniciativa por ser a entidade que, ao nível do Sistema das Nações Unidas tem também a responsabilidade de promover o alcance dos ODS”, disse, por sua vez, a Governadora.

No seu discurso, o Representante Residente do PNUD, Edo Stork, destacou a importância deste memorando “fomentar o empreendedorismo e o autoemprego”, que serão “uma necessidade urgente no período pós-covid e sobretudo para os jovens”. Para tal, deverá haver “espírito de parceria e pragmatismo para fazermos as escolhas certas para melhorar a qualidade de vida das pessoas, de forma sustentável e levando em consideração as gerações futuras”, segundo Edo Stork.

Edo Stork destacou ainda a importância de se implementar uma estratégia comunitária na capital do país para lutar contra a COVID-19 alinhada com as prioridades estratégicas do Governo de Angola e da Província de Luanda e de acordo com os objectivos das Nações Unidas de “reconstruir melhor”.

Joana Lina reforçou ainda o desejo de “engajar, de modo concertado e integrado, todas as forças vivas de Luanda, nomeadamente as famílias, as igrejas, os voluntários, as comissões de moradores e demais organizações da sociedade civil” na luta contra a pandemia e os seus efeitos, considerando a circulação comunitária do vírus.

A nova parceria visa alavancar a Academia do Empreendor, criada pelo Decreto Executivo n.º 315/19, de 4 de Outubro, do MAPTESS como um Centro de Excelência vocacionado a formação de jovens no domínio das habilidades de criação e desenvolvimento de negócios, bem como um espaço para o impulsionar a inovação nas ideias de negócios em empreendimentos reais contribuindo para o alcance do ODS N.º 8 – “Trabalho decente e crescimento económico”.

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Angola 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue