Chefe do Departamento do Fundo Global para África e Médio Oriente com a Equipa do PNUD/Fundo Global Angola/UNDP Angola

Luanda, 11 de Setembro de 2019. A Chefe do Departamento do Fundo Global para África e Médio Oriente, Cynthia Mwase, encontra-se na capital angolana, desde 9 de Setembro, para uma visita de trabalho de 5 dias que decorre ao abrigo da parceria entre o Fundo Global e o Governo angolano para apoiar as respostas nacionais ao VIH, malária e tuberculose no país.

Cytnhia Mwase e a sua delegação, reuniram-se ontem, com a equipa do PNUD em Angola, liderada pelo Representante Residente,  Henrik Larsen. O encontro foi uma oportunidade para Mamisoa Rangers, Coordenadora do projecto PNUD/Fundo Global, apresentar os principais resultados da parceria entre as duas instituições desde 2016.

De destacar que, os resultados foram alcançados, além das metas para a prevenção do VIH entre meninas e mulheres jovens, mulheres profissionais do sexo e homens que fazem sexo com homens. As intervenções comunitárias lideradas por Organizações da Sociedade Civil estão novamente a beneficiar de apoio, a través do PNUD, depois de quase uma década sem acesso a  financiamento de doadores.

Igualmente, documentos políticos importantes, como o novo Plano para a Eliminação da Transmissão de Mãe para Filho (PTV 2019-2022), usado para a campanha da Primeira-dama de Angola, foram entregues com facilitação e apoio do PNUD.

Por outro lado, em colaboração com o Fundo Global, a iniciativa Solar for Health do PNUD foi introduzida com sucesso em Angola, com três armazéns provinciais equipados com instalações de energia renovável.

Enquanto o Fundo Global prepara-se para o terceiro ciclo do Novo Modelo de Financiamento, as discussões se concentraram em factores contextuais que precisam ser levados em consideração nas decisões de alocação relacionadas a Angola. Também foram exploradas novas áreas de engajamento estratégico das duas instituições, bem como formas de fortalecer a parceria.

Após a reunião, o PNUD e o INLS, este último representado pelo seu Vice Diretor-Geral, Dr. José Carlos Van Dunem, organizaram uma visita ao Hospital Esperança. A delegação teve a oportunidade de conhecer o único Centro hospitalar de referência especializado em HIV, com  mais de 30.000 pacientes registrados e oferece um pacote completo de serviços de tratamento, excluindo a PTV. O Hospital também utiliza um sistema automatizado de acompanhamento de pacientes. Refira-se que, o PNUD adquire e distribui testes de HIV e tratamentos  anti-retrovirais com financiamento do Governo e do Fundo Global em Angola.

A prevalência nacional de HIV em Angola é estimada em 2%, com disparidades significativas em termos de género, dados populacional e distribuição geográfica. Em estreita parceria com o Instituto Nacional de Luta contra a Sida (INLS), o PNUD é actualmente o Principal Receptor do Subsídio de HIV, totalizando cerca de 23 milhões de dólares para o período 2018-2021.

A delegação teve ainda oportunidade de se reunir com as partes interessadas nacionais envolvidas na resposta nacional ao HIV, malária e tuberculose no país.

PNUD PNUD no mundo

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue