© PNUD Angola

Num ambiente de alegria, entreajuda e muita amizade, os estudantes e visitantes da Mediateca de Luanda participaram no dia 25 de Setembro, numa oficina de sensibilização sobre mudanças climáticas de reciclagem criativa, organizada pelo Escritório do PNUD em Angola,  a iniciativa enquadra-se na Semana Global de Acção para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e da Cimeira de Acção Climática das Nações Unidas 2019.

Os jovens entre 19 e 25 anos destacaram sua necessidade de saber o que está acontecer em Angola para mitigar e se adaptar às mudanças climáticas. Ficou claro que eventos específicos sobre temas ambientais e climáticos devem ser direcionados a essa camada da população. Para o efeito, as actividades de sensibilização e os materiais utilizados precisarão ser adaptados para este grupo-alvo, com recurso às páginas sociais, como o Facebook. Por outro, a geração jovem não deve ser deixada de lado quando se trata de acção ambiental e climática.

Os participantes da oficina reconheceram a importância da reutilização e reciclagem dos resíduos, pelas vantagens económica, social e ambiental que apresentam. A Comunidade Lixo 0 Angola e a LoxRecicla lideraram a iniciativa com o apoio do PNUD Angola através do seu mais recente e inovador  Laboratório de Aceleração para o desenvolvimento humano e  sustentável, e o objectivo  foi informar e sensibilizar todos, em especial os estudantes, acerca da  importância da reciclagem no ambito da Acção Climática. Os jovens participantes demonstraram muito interesse das criações artísticas que foram elaboradas.

A actividade  foi ainda marcada com mensagens de crianças e jovens estudantes do ensino primário e universitário focadas na preservação do meio ambiente e seus benefícios. “Devemos proteger o meio ambiente; não devemos poluir o ar porque ele é responsável pelo nosso processo de respiração; não devemos poluir a água porque água é também usada para o nosso consumo e devemos proteger as plantas porque elas capturam o Dióxido de carbono e libertam oxigênio”. Disse Manuel de Carvalho, 09 anos de idade, aluno da quarta classe.

Refira-se que a iniciativa Laboratório Acelerador é uma ferramenta proposta pelo PNUD e se caracteriza como a maior rede de aprendizagem do mundo para catalisar soluções inovadoras de interação rápida e experimentativa, além disso pretende mudar a forma como se abordam globalmente os desafios de desenvolvimento humano e sustentável. É neste sentido, que conta com o financiamento do Estado do Qatar, a República Federal da Alemanhã e a República da Itália.

Recorde-se que no dia 21 de setembro 2019, aconteceu o primeiro Encontro de Cúpula da Juventude sobre o Clima inagurando a Cúpula de Acção Climática das Nações Unidas  en Nova Iorque (21 a 23 de setembro). O evento reuniu activistas climáticos como líderes-chave do movimento da juventude pelo clima, inovadores, empresários e agentes de mudança de mais de 140 países e territórios,  numa plataforma para compartilhar soluções no cenário global. Foi um dia de participação juvenil procurando chamar a atenção dos líderes internacionais e decisores para precisamente tomar medidas de prevenção da mudança climática, assim como plantar sementes de inspiração para novos líderes entre os jovens ao redor do mundo.

PNUD PNUD no mundo

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue