O PNUD em conjunto com as agências irmãs da ONU e o Banco Mundial, apresentam a terceira edição da análise do impacto socioeconómico da COVID-19 em Angola, que segue as edições anteriores publicadas pelo PNUD e UN-Habitat em Abril deste ano.
De acordo com as orientações do PNUD, a Violência do Gênero e COVID-19, também recomendam o desenvolvimento de novos protocolos para fornecer apoio através das plataformas telefônicas ou on-line, expandindo assim os serviços de resposta imediata para salvar vidas e garantir a adoção de medidas para evitar a discriminação de gênero, a violência baseada em todos os planos e orçamentos de resposta ao COVID-19.
À medida que os seres humanos invadem a natureza e esgotam habitats vitais, um número crescente de espécies fica sob risco. Para Guterres, a humanidade e o futuro que as pessoas desejam também correm risco. Ele afirmou que, durante a recuperação, que “é preciso cooperação internacional para preservar a biodiversidade e, assim, alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.”
Um total de 12 formadores nacionais, especialistas do MININT, com a participação da Directora Nacional dos Direitos Humanos, Luisa Buta, e um membro da Comissão Intersectorial para a Elaboração dos Relatórios Nacionais de Direitos Humanos - CIERNDH, participam deste apuramento de conhecimentos adaptados ao contexto de emergência da COVID-19. Por sua vez, os especialistas nacionais replicarão o processo em todo país para os agentes de aplicação da lei, visando reforçar a sua preparação na protecção dos direitos humanos de todas as pessoas, incluindo jovens, mulheres, idodos e migrantes e refugiados.
Devemos quebrar o silêncio no que diz respeito ao estigma e a discriminação sofridas pelas pessoas LGBTIQ. No Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), estamos a trabalhar como parte da família das Nações Unidas para ajudar a quebrar o silêncio que prejudica as pessoas LGBTIQ e, finalmente, afeta a todos nós. Atualmente, o PNUD trabalha em 53 países, em parceria com as comunidades e formuladores de políticas LGBTI, para fortalecer a inclusão de pessoas LGBTIQ em iniciativas nacionais de desenvolvimento.
O governo provincial pode contar com a assistência técnica do PNUD, que vai acompanhar o exercício de planeamento estratégico. Aproveitando a experiência da equipa Fundo Global do PNUD na mobilização comunitária no âmbito do VIH e a expertise e soluções do Laboratório de Aceleração, o PNUD conseguiu já identificar e mapear os recursos, capacidades, conhecimentos e parcerias necessários para uma estratégia eficaz que beneficia a população luandina. No centro da estratégia estão as famílias e o voluntariado.
Os que menos têm podem acabar sendo os que mais perderão com a crise provocada pela pandemia da COVID19. Os mais vulneráveis devem ser protegidos. Com isto em mente, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a Organização Mundial de Saúde (OMS) uniram-se aos esforços do Ministério da Administração do Território (MAT) para garantir o funcionamento seguro dos mercados informais.

Sobre Angola

Saiba Mais

30.175.553

Projecção da população (2019)

28,8%

Taxa de desemprego

3,8%

Indice de satisfação

71,01%

Taxa de alfabetização

Saiba Mais

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Angola 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue