Enquanto trabalha para promover e apoiar o desenvolvimento sustentável, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) tem o privilégio de poder contar com vários parceiros, que constroem pontes e mostram novas vias para este objectivo comum. Um dos melhores parceiros do PNUD nesta caminhada tem sido a União Europeia (UE).
Os angolanos já sentem na pele os efeitos das alterações climáticas, como secas e cheias, e as consequências do aumento do nível do mar e erosão na saúde, na agricultura, e na segurança alimentar, entre outros.
A pesquisa do PNUD confirma que estamos a testemunhar o primeiro recuo global do desenvolvimento humano desde 1990. E à medida que as economias africanas continuam a contrair-se, empregos e meios de subsistência desaparecem, causando o aumento da pobreza, da fome e do sofrimento.
O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU) realizou nos dias 27 e 28 de Agosto, com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), uma Mesa Redonda sobre a inclusão de uma perspectiva de género no Orçamento Geral do Estado
O projecto “Saber Fazer” visa contribuir para a profissionalização e o empreendedorismo nas comunidades locais, para potenciar o desenvolvimento local e combater o alto desemprego entre os jovens. Foi uma experiência pioneira no país, que o PNUD quer repetir em breve, para dar mais oportunidades aos jovens angolanos.
A conservação marinha está colocada na agenda de prioridades do Ministério do Ambiente, Cultura e Turismo, como forma de travar e reverter a perda de biodiversidade e de ecossistemas.
O Governo Provincial de Luanda e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) assinaram, esta quarta-feira , dia 5 de Agosto, um Memorando de Entendimento para definir o quadro de parceria em relação à organização e o funcionamento da Academia do Emprendedor de Luanda e a Estratégia de Engajamento Comunitário, no âmbito das medidas de prevenção e combate à COVID-19 na província de Luanda.

Sobre Angola

Saiba Mais

30.175.553

Projecção da população (2019)

28,8%

Taxa de desemprego

3,8%

Indice de satisfação

71,01%

Taxa de alfabetização

Saiba Mais

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Angola 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue