Comité de Pilotagem reúne-se para analisar actividades que beneficiarão comunidades rurais que vivem na Bacia do Cuvelai

Mar 6, 2018

Sob a égide do Ministério de Ambiente teve lugar no dia 16 de Fevereiro de 2018 uma reunião alargada do Comité de Pilotagem do Projecto “Promoção do Desenvolvimento de Resiliência ao Clima e Reforço da Capacidade de Adaptação para Suportar Riscos na Bacia Hidrográfica do Rio Cuvelai” (Projecto Cuvelai), com o objectivo de analisar as actividades que devem ser implementadas nos próximos meses no quadro do projecto e que irão beneficiar as comunidades rurais que vivem na Bacia do Cuvelai.

 O encontro, que foi liderado pelo Secretário de Estado do Ministério do Ambiente (MINAMB), Dr. Joaquim Manuel, contou com a participação do Director do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Henrik Fredborg Larsen, e de representantes da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), do Ministério de Energia e Água (MINEA), do Governo provincial do Cunene, do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET), do Instituto Nacional de Recursos Hídricos (INRH), do Instituto de Investiga Agronómica (IIA), da Protecção Civil, do Centro de Recursos Fitogenéticos (CRF), do Instituto de Desenvolvimento Agrícola (IDA) e da ONG Development Workshop (DW).

A reunião do Comité permitiu aos representantes das instituições engajadas neste grupo de trabalho discutir o Plano de Trabalho das actividades planificadas para os próximos meses, com destaque  para as comunidades rurais residentes na Bacia do Cuvelai e que sofrem com os efeitos das alterações climáticas. Dentre as actividades previstas para o ano de 2018, destacam-se a reabilitação de 8 furos de água nas comunidades, instalação de uma rede de sistema de alerta rápido para enchentes; formação de comités locais e treinamento das comunidades para agirem em caso de cheias; apoiar a diversificação da renda e meios de subsistência das comunidades através da produção de mel; e instalação de uma rede de monitorização meteorológica que apoiará a identificação, por exemplo, de períodos de estiagem.

Sobre o Projecto

 O projecto Cuvelai que terá a duração de 4 anos, teve o início da implementação das actividades em Fevereiro de 2016 após a assinatura do Documento do Projeto (PRODOC) entre o MINAMB e o PNUD. Com um orçamento de US$ 8.200.000 disponibilizado a fundo perdido pelo Fundo Global do Ambiente (GEF), o projecto tem o objectivo de promover a resiliência e a adaptação às alterações climáticas de comunidades que vivem na Bacia do Cuvelai e melhorar a resposta e as infraestruturas do Governo para área de riscos e desastres.