PNUD e parceiros reforçam as capacidades da sociedade civil sobre igualdade de género

Feb 7, 2018

Luanda, 07 de Fevereiro de 2018. No âmbito do projecto ‘Promoção do Empoderamento da Mulher Angolana Através das Organizações da Sociedade Civil (OSC)’ implementado desde 2012, realiza-se desde ontem até o dia 9 de Fevereiro no Edifício das Nações Unidas um workshop de formação para as OSC sobre os direitos da mulher e a igualdade de género, que visa aprimorar o domínio da matéria pela OSC parceiras que actuam na área do género e desenvolvimento, pois garantir os direitos da mulher e a igualdade de género é um imperativo da Declaração Universal dos Direitos Humanos e da Agenda 2030.

A sessão de abertura do workshop foi presidida pelo  Encarregado de Negócios da Embaixada da Noruega, o Embaixador da Grã Bretanha em Angola e pelo Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas e Representante Residente do PNUD em Angola. Durante a sua intervenção o Encarregado dos Negócios da Embaixada da Noruega em Angola, Sr. Hoksnes Håvard, louvou a iniciativa da formação realçando o papel importante da sociedade civil e das mulheres no processo de desenvolvimento. O Embaixador da Grã Bretanha, Sr. John Dennis, sublinhou que o seu país coloca a questão do género e o empoderamento da mulher no centro da sua política externa, e que Angola precisa de continuar a envidar esforços para avançar na igualdade de género e os direitos da mulher sendo que a maioria da população é feminina.

Por sua vez, o Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas e Representante Residente do PNUD, Dr. Pier Paolo Balladelli, referiu que esta actividade que agora decorre sobre o fortalecimento das capacidades das OSC sobre direitos das mulheres e igualdade de género e igualdade da mulher contribuirão para tornar as OSC parceiras mais fortes no desempenho do seu papel como agentes de desenvolvimento sustentável da população e sociedade angolanas no quadro da Agenda 2030 dos ODS. Agora mais do que antes, o papel da sociedade civil deve ser mais concertado e capaz para optimizar a sua contribuição em resposta a abertura política que do novo governo para uma governação mais participativa.

O Seminário decorrerá de 06 a 09 de Fevereiro e tem como objectivo reforçar o conhecimento das organizações parceiras sobre a igualdade de género e os direitos da mulher. Entre os diversos temas a serem discutidos, destacam-se as questões relacionadas com as políticas sociais e públicas em Angola; a integração do género e a intervenção nas comunidades e dinâmicas sociais.

De realçar que o projecto “Promoção do Empoderamento da Mulher Angolana através das Organizações da Sociedade Civil (OSC)” tem sido implementado desde 2012 com o financiamento da Embaixada da Noruega. Mais recentemente, a Embaixada da Grã Bretanha juntou-se ao projecto, através de um financiamento pontual,  que está a ser usado para a realização das formações..