COMITÉ DE IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO CARVÃO VEGETAL APROVOU ACTIVIDADES PLANEADAS PARA 2018

Nov 30, 2017

No dia 30 de Novembro do ano em curso, teve lugar na cidade do Huambo, a 1ª  Reunião do Comité de Implementação do projeto “Promoção do carvão sustentável em Angola através de uma abordagem da cadeia de valor” (Projeto Carvão). A reunião foi liderada pelo Ministério do Ambiente (MINAMB) e apoiada pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em Angola e teve a participação do governo provincial e de representantes do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) de Luanda, Cuanza Sul e Huambo.

Durante a reunião do Comité foram apresentadas as actividades já iniciadas pelo projecto, que nessa fase tem um dos enfoques na formação das comunidades-piloto sobre o uso sustentável da biomassa florestal e no uso de tecnologias mais eficientes para a produção de carvão vegetal nas províncias do Huambo e Cuanza Sul. Também foi anunciado o início da capacitação de técnicos do governo, em especial do IDF, em métodos de gestão florestal e produção eficiente e sustentável do carvão vegetal.

De salientar que o Comité também aprovou as actividades previstas para 2018 que terão um enfoque em determinar as linhas de base para a introdução de fogões melhorados, a introdução da perspetiva de género na cadeia de valor do carvão vegetal e a produção e comercialização de briquetes de carvão.

Breve resumo do Projecto

O projecto, que tem a duração de 6 anos, marcou o inicio da implementação das actividades em Outubro de 2016 após a assinatura do Documento do Projeto (PRODOC) entre o MINAMB e o PNUD. Com um orçamento de US$ 4.620.000 disponibilizado a fundo perdido pelo Fundo Global do Ambiente (GEF), o projeto tem o objectivo de reduzir o modo actual insustentável e intensivo em GEE na produção de carvão vegetal e na utilização de floresta Maiombe, através de um conjunto integrado de intervenções ao longo da cadeia de valor.