Angola planeia a segunda fase da implementação do Plano de Gestão do Projecto Hidroclorofluorocarbonetos (HCFC)

Nov 9, 2017

Luanda, 9 de Novembro de 2017 – Durante o periódo de 5 à 10 do mês em curso, teve lugar uma missão constituída pela Analista do Programa da Unidade do Protocolo de Montreal, Paloma Somohano e pelo Consultor Técnico-Ambiental Paulo Neulander, no quadro  do Plano de Gestão do Projecto Hidroclorofluorocarbonetos (HCFC) para Angola.  

Além dos vários encontros que a missão manteve com altos funcionários do Ministério do Ambiente em especial com a equipa ligada a Unidade do Ozono, no dia 9 do mesmo mês sobre liderança do Direitor Nacional de Tecnologias Ambientais Eng.º António Matias a delegação reuniu com o Ponto Focal para o Protocol de Montreal Dra Ivone Pascual.

A missão teve como objectivo avaliar a implementação da primeira fase do projecto e apresentar as grandes linhas do novo projecto que se estenderá até 2025.

O referido projecto defini o compromisso do Governo Angolano em cumprir com as obrigações assumidas como Parte do Protocolo de Montreal (PM), nos termos da Decisão XIX / 6 da Décima nona Reunião das Partes que acelerou a eliminação do Hidroclorofluorocarbonos (HCFCs) tanto no Artigo 5 como nos países não abrangidos pelo Artigo 5º.

De referir que o projecto, visa fortalecer a capacidade nacional para eliminar progressivamente o consumo de HCFC em Angola, substâncias que empobrecem a camada do ozónio que são usadas como refrigerantes e agentes espumantes serão substituídos pelos Hidrofluorocarbonetos (HFC). De realçar que o arranque da segunda fase do projecto está prevista para Janeiro de 2018.