JICA e PNUD cooperam para a conservação da biodiversidade nas Áreas Protegidas de Angola

Sep 12, 2017

Foto:  Distribução dos acumuladores solares no Parque Nacional do Quiçama 

 

Em Maio de 2017, a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) fez a entrega para o PNUD Angola de acumuladores solares, para serem distribuídos entre diversos parques nacionais de Angola (Luengue-Luiana, Iona, Cangandala, Quiçama e Bicuar). Estes equipamentos entregues pelo  Dr. Yuzo Kitamoto, em representação da JICA, foram confeccionados pela Panasonic e possuem um painel solar, baterias, lâmpadas de LED e a possibilidade de carregamento de telemóvel por uma entrada USB.

Esta iniciativa constitui uma parceria entre a JICA, particularmente, o PNUD e o  INBAC (Instituto Nacional de Biodiversidade e Áreas de Conservação), que prevê igualmente a criação de condições para que os fiscais possam ler e escrever seus relatórios à noite, fornecer iluminação para fazer as suas refeições e socializar, visando a tomada de decisões, bem como a melhoria das condições de vida. As lâmpadas também ajudam a sinalizar os postos de fiscalização. As entradas USB para o carregamento de telemóveis facilitam os fiscais a se comunicarem onde a rede está disponível.

Os aparelhos, que foram distribuídos durante visitas de delegações integradas pelo INBAC e do PNUD aos parques, foram instalados nos postos de fiscalização, onde não havia luz eléctrica vinda do serviço público ou de gerador. Os equipamentos também foram usados durante as expedições de campo.

“Nota-se uma grande melhoria, ou seja, um salto significativo na gestão do posto, de forma que os perigos que se verificavam durante a noite, bem como o problema da deslocação dos telemóveis para o carregamento estão ultrapassados.” João José, fiscal do Parque Nacional da Quiçama.

De realçar, que face à receptividade dos acumuladores solares nos parques e seu aproveitamento, com a colaboração da JICA 10 acumuladores solares foram instalados, e futuramente 50 unidades serão distribuídas nas Áreas Protegidas de Angola.