Comité de Pilotagem Técnico para o Projecto Promoção do Desenvolvimento Resiliente ao Clima e Reforço da Capacidade de Adaptação para Suportar Riscos de Desastres na Bacia Hidrográfica do Rio Cuvelai, Angola analisa a execução do Projecto

Jul 25, 2017

Luanda, 25 de Julho 2017 – O Ministério  do  Ambiente, através do Gabinete de Alterações Climáticas e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em Angola, realizaram na manhã de ontem a primeira reunião do Comité de Pilotagem, com o objectivo de avaliar o ponto de situação da implementação  do projecto em  epígrafe nas suas diferentes componentes.

A sessão de abertura foi presidida pelo Director do Gabinete de Alterações Climáticas, Giza Gaspar Martins e pelo Director do PNUD, Henrik Larsen que durante a sua intervenssão destacou que o Projecto Cuvelai é um dos maiores projecto no portofólio do GEF e complexo desde o ponto de vista orçamental, com 8.200.000 USD e por envolver maior número de parceiros de implementação.

A primeira reunião do comité de Pilotagem enquadra-se no âmbito do projecto acima referido financiado pelo Fundo para os Países Menos Desenvolvidos (LDCF - Least Developed Countries Fund), implementado pelo Ministério do Ambiente com  apoio técnico do PNUD  e que irá: i) Melhorar a capacidade (nacional e local) relativa aos serviços hidrometeorológicos, autoridades civis e instituições ambientais, para monitorar as condições meteorológicas e alterações climáticas extremas na Província do Cunene; ii) Aumentar a resiliência das comunidades de pequenos agricultores na Bacia aos riscos induzidos pelo clima e variabilidades através do acesso aos dados sobre o clima e recursos de germoplasma apropriados para a região; iii) Fortalecer as capacidades institucionais locais para coordenar e planear a resiliência às alterações climáticas; e iv) melhorar a capacidade para uma adaptação eficaz às alterações climáticas com base na comunidade (incluindo práticas de conhecimento tradicionais) a nível local.