Lançamento do Programa BRIDGE para a capacitação eleitoral em Angola

May 22, 2017

Luanda, 22 de Maio de 2017 - Com a parceria institucional da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) e a parceria de implementação do Observatório Angolano Eleitoral (OBEA), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento em Angola (PNUD) lançou hoje  o início da formação BRIDGE (Desenvolvimento de Recursos em Democracia, Governação e Eleições) sobre educação cívica eleitoral para membros da CNE e da sociedade civil.

A  sessão de abertura foi presidida pelo Presidente da (CNE), Dr. André da Silva Neto, o Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas (ONU), Dr. Pier Paolo Balladelli,  e o Director do PNUD em Angola, Dr. Henrik Larsen. Segundo o Dr. André da Silva Neto, Presidente da CNE, esta acção de formação contribui ao trabalho de capacitação humana para as eleições que a CNE está a realizar em todo país, e encorajou o PNUD e outros actores interessados a continuarem a prestar o seu apoio e colaboração para o alcance desse objectivo.

Na sua intervenção, o Coordenador Residente da ONU em Angola, Dr. Pier Paolo Balladelli,  ressaltou a importância das eleições como processo cerne no alcance de sociedades pacíficas e democráticas, para  boa governação na base do princípio de participação e no respeito dos princípios de transparência, credibilidade e legitimidade. “Gostaria de agradecer à Comissão Nacional Eleitoral por ter incluído o PNUD e à sociedade civil no apoio ao processo de capacitação dos recursos humanos, visando consolidar o processo eleitoral em curso. Não posso deixar passar esta oportunidade, para encorajar todos os cidadãos que se registaram a saírem de casa no dia 23 de Agosto e votar, na base de uma escolha bem informada. Os eleitores, acima de tudo, terão a responsabilidade para escolher o próximo governo e, através desta escolha, decidir o rumo que o país tomará” declarou Paolo Balladelli.

O alto funcionário da ONU em Angola, frisou também que “gostaria de apelar aos partidos e a toda a população que participem na campanha eleitoral e no dia de votação com respeito nas convicções políticas dos outros cidadãos e de maneira pacifica”.

Na sua intervenção, o Director do PNUD em Angola, Dr. Henrik Fredborg Larsen, debruçou sobre o aspecto técnico da formação, notando que “O propósito do BRIDGE é exactamente prestar apoio imediato à países para processos eleitorais correntes, e para desenvolver capacidades eleitorais de longo-termo, com foco na capacidade humana e institucional”. Henrik Larsen acrescentou que “A intenção é que os formadores vindos das 18 provincias que vão ser formados nesta semana, continuem com a educação do eleitor em cada província e em cada municipio de Angola”.

O Director do PNUD realçou ainda que “Para além de contribuir ao processo eleitoral em curso este ano, depois da formação, Angola vai aumentar o seu leque de formadores qualificados em BRIDGE: de 35 para 69. Além disso, 3 Angolanos serão qualificados como acreditadores de formadores, pela primeira vez”.

De salientar que, para além de formação em educação cívica eleitoral, o apoio de capacitação a ser prestado pelo PNUD ao processo eleitoral, envolve outras duas componentes sobre observação eleitoral e operação eleitoral, que serão realizadas durante as próximas semanas, e serão ampliadas nos níveis provinciais, municipais e comunais.   

Discurso do Presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola, Dr. André da Silva Neto

Discurso do Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas em Angola, Dr. Paolo Balladelli

Discurso do Director do PNUD em Angola, Dr. Henrik Fredborg Larsen