IPA e PNUD em Angola apoiam as Mulheres Processadoras de Pescado

May 5, 2017

O Instituto de Desenvolvimento da Pesca Artesanal e da Aquicultura Comunal (IPA),  do Ministério das Pescas, através do seu Director, Nkosi Luyeye e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento  (PNUD) em Angola, através do Director do Programa, Henrik Larsen,  assinaram o acordo para a implementação do Projecto de Apoio às Mulheres Processadoras de Pescado nas comunidades piscatórias do Buraco comuna do Ramiro, Municício  Belas e na comunidade do Cabo Ledo,Município da Quissama na província de Luanda.

O acordo assinado no passado mês de Abril, contou com a presença do Director  de Departamento, Francísco Almeida, da representação da àrea marítma, Rui Gonçalves, ambos do mesmo instituto, e do Coordenador  da Unidade de Crescimento Inclusivo e Desenvolvimento Sustentável do PNUD, José Félix.

O projecto a ser implementado em parceria com o PNUD, tem como objectivo o desenvolvimento de técnicas que visam o reforço das capacidades técnicas das mulheres no aproveitamento do pescado após captura e de resíduos para outras utilidades,  o incentivo de boas práticas  e desenvolvimento de negócios sustentáveis para o sustento das suas famílias.

O IPA (Instituto de Desenvolvimento da Pesca Artesanal e da Aquicultura Comunal), foi criado para   assegurar a realização de acções de promoção, apoio e desenvolvimento da pesca artesanal marítima e continental, bem como estudos científicos e fomento da aquicultura comunal. A realização  do projecto e  das actividades   contará com o apoio financeiro da SASOL no âmbito da responsabilidade social empresarial e promoção  de acções de investimentos de impacto social.