Ministério do Ambiente e PNUD Apresentaram a proposta da Estratégia Nacional de Alterações Climáticas (ENAC 2018 – 2030)

Apr 24, 2017

Luanda,24 Abril 2017 – Em resposta aos novos desafios do Acordo de Paris sobre Alterações Climáticas, no dia 18 de Abril deste ano, o Ministério do Ambiente em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em Angola, procederam a  apresentação do primeiro draft da Estratégia Nacional de Alterações Climáticas (ENAC 2018-2030) onde foram discutidos os vários capítulos da ENAC que abordam a política angolana sobre a mitigação das causas e adaptação aos efeitos das Alterações Climáticas.

Durante o seminário foi explicado a missão e visão estratégica, objectivos, os pilares e os mecanismos previstos para a implementação da ENAC no país. Decorreu também sessões de trabalho que deram lugar a discussão dos pilares apresentados pelos participantes com um espaço aberto para contactos e reuniões bilaterais com os parceiros da ENAC, Ministério do Ambiente e outros departamentos e entidades nacionais.

O Ministério do Ambiente reconheceu o apoio do PNUD no processo de contratação de uma consultoria para concluir a Estratégia que deverá recolher contribuições dos diferentes sectores e actores relevantes a nível nacional. Reitera-se que, o PNUD tem trabalhado com o Governo de Angola no reforço das capacidades dos serviços sobre o combate as alterações climáricas no âmbito do Acordo de Paris, aprovado na 21ª Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP21), em dezembro de 2015.