MIREX organiza celebração do 71ºAniversário das Nações Unidas

Oct 25, 2016

Luanda, 25 de Outubro de 2016 – O Governo de Angola, através da Secretária de Estado da Cooperação, S.Exª Ângela Bragança, e as Nações Unidas em Angola, através do Coordenador Residente da ONU e Representante Residente do PNUD, Pier Paolo Balladelli, presidiram hoje o Acto Solene alusivo aos 71 anos da Fundação da Organização das Nações Unidas (ONU), nas instalações do Ministério das Relações Exteriores, em Luanda, que contou com a presença de altos membros do Executivo Angolano, Representantes das Agências das Nações Unidas em Angola, do Corpo Diplomático acreditados no país, representantes do sector privado, da sociedade civil, entre outros.

“Gostaria de, em primeiro lugar, agradecer o Ministério das Relações Exteriores por realizar na sua casa, pela segunda vez consecutiva, este singelo acto de comemoração do dia das Nações Unidas. A Organização das Nações Unidas (ONU) completou 71 anos desde a sua fundação. Conforme referiu o o Secretário-Geral da ONU, Senhor Ban Ki-Moon na sua mensagem alusiva à efeméride,  o aniversário celebra-se num contexto de transição para o mundo e para as Nações Unidas. O mesmo realça o facto de que: «o mundo finalmente deixou de ver os combustíveis fósseis como o caminho para a prosperidade. E num período recorde, os países membros da ONU abraçaram o Acordo de Paris sobre as Mudanças Climáticas. Este acordo histórico nos dará a oportunidade de ter um crescimento mais limpo e verde» fim de citação”. Assim falava o Coordenador do Sistema das Nações Unidas em Angola e Representante Residente do PNUD, Paolo Balladelli, no referido acto.

O Coordenador Residente salientou a liderança de Angola no âmbito global, para a negociação e ratificação deste Acordo, assim como a Agenda 2030, o Acordo sobre o Financiamento para o Desenvolvimento em Addis Ababa, o Acordo de Sendai para a redução dos riscos e desastres. Igualmente, destaca-se a presença do País no Conselho de Seguranca da ONU durante dois anos para a manutenção da paz e segurança internacional; a renovação do mandato para manter a presidência da Conferência dos Grandes Lagos, para resolução de conflitos na Região dos Grandes Lagos.

O Alto funcionário das Nações Unidas em Angola, considerou que este é momento único e crucial, pois “A parceria entre o Sistema das Nações Unidas em Angola e o Executivo, tem pautado pelo apoio nas questões estratégicas com vista a apoiar o país no processo de transição para país de rendimento médio, ou seja, no processo de graduação, na implementação de Objectivos de Desenvolvimento Sustentáveis, focando-se nas áreas prioritárias, como a redução da pobreza, no emprego e equidade dos rendimentos,  na saúde, na agricultura e alimentação, na educação, na urbanização, na equidade de género, na resposta aos efeitos das alterações climáticas. De referir que, adicionalmente, a ONU partilha da preocupação de Sua Excelência o Senhor Presidente José Eduardo dos Santos, com a juventude, e tem assim nos últimos anos atribuído uma atenção especial a questãos dos jovens, nas áreas acima referidas”.

Relativamente ao processo de graduação de Angola, salienta-se a que, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em Angola, em parceria com o Ministério de Planeamento e Desenvolvimento Territorial (MPDT) e o Ministério das Relações Exteriores (MIREX), organizam uma Missão Técnica de Alto Nível de 24 a 26 de Outubro, para apoiar Angola na elaboração do seu Projecto de Roteiro para o Desenvolvimento da sua Estratégia de Transição para a Graduação de País Menos Avançado em Fevereiro de 2021.

Discurso proferido pelo Coordenador Residente da ONU e Representante Residente do PNUD em Angola

Discurso proferido por SE Secretária de Estado da Cooperação