Missão do Fundo Global realiza visita oficial ao país, no quadro do novo financiamento

Oct 14, 2016

Luanda, 14 de Outubro de 2016. Uma Delegação do Fundo Global constituída por Especialistas Séniores do Fundo Global e da Organização Mundial da Saúde, Adriana Jimenez Cuen, Michael Njiguna, Gemma Salvetti e Andrea Braza, respectivamente, efectuaram, de 10 a 14 de Outubro do corrente, uma visita oficial e conjunta ao país.   

Esta visita teve o propósito de tomar medidas preparatórias para o início das subvenções do  fortalecimento do sistema de saúde e da  subvenção para a Tuberculose. As referidas subvenções terão inicio oficial em 1 de Janeiro de 2017. Por outro lado, a missão do Fundo Global teve também como objectivo, a recolha de informações sobre a situação dos cuidados de saúde, tendo em conta,  o impacto da recente crise económica no sector da saúde. O início da subvenção do HIV/SIDA e a subvenção da malária também foram analisados, bem como a realização de um seminário sobre  aquisições e gestão da cadeia de abastecimento envolvendo todos os parceiros com papel na cadeia de abastecimento em Angola, com o objectivo de analisar as lacunas e propor soluções para estas lacunas.

De salientar que, as Agências das Nações Unidas estão comprometidas em prestar  um forte apoio as  subvenções do Fundo Global.  A UNAIDS e  OMS prestam assistência técnica, o PNUD e a FNUAP estão a implementar, lado a lado com o Instituto Nacional de Luta contra o HIV e SIDA, o novo financiamento do HIV/SIDA do Fundo Global em Angola no valor de 30 milhões de USD.

Durante os encontros  da equipa do Fundo Global com as autoridades nacionais e sociedade civil, foram ainda abordadas o Ponto de Situação do Plano de trabalho do Mecanismo de Coordenação Nacional MCN para  2016; Planeamento  logístico necessário; Actualização das subvenções activas (VIH e Malária) e novas subvenções (TB/RSS); Actualização das recomendações   do Gabinete do Inspector Geral do Fundo Global (GIG); Selecção de Sub-Recipientes para as subvenções de Tuberculose (TB), Reforço do Sistema de Saúde (RSS) e componente DOTS Comunitário; Assistência Técnica da Organização Mundial da Saúde (OMS); Assistência Técnica relacionada com a gestão da cadeia de abastecimento, parcerias e futuras colaborações, bem como o alinhamento e possíveis sinergias das Populações Chaves; Mapeamento dos parceiros actuais  nas intervençoes do Sistema de Informação de Saúde SIS em Angola e  a identificação de possíveis sinergias e harmonização das intervenções.