Parque Nacional do Iona é avaliado por Ministério do Ambiente e Parceiros Internacionais

Aug 17, 2016

Luanda, 17 de Agosto de 2016 – Na passada semana, a Ministra do Ambiente, Fátima Jardim, acompanhada dos Vice-Governadores da Província do Namibe, Alcides Gomes Cabral e Josefa Rebeca Cangombe, do Representante Residente do PNUD, Pier Paolo Balladelli, do Director Nacional do PNUD, Henrik Fredborg Larsen, da Secretária de Estado do Ministério do Ambiente, Paula Francisco Coelho, e de outros representantes de órgãos governamentais de Angola e do PNUD deslocaram-se a Namibe para avaliar o “Projecto Nacional de Biodiversidade: Conservação do Parque Nacional do Iona”. Na continuação dessa missão ao Namibe, a delegação deslocou-se ao Parque Iona e ao Município do Tombwa para avaliar a implementação das acções.

A reunião teve como objectivo apresentar e discutir o nível de implementação da iniciativa financiada pelo Fundo Global do Ambiente (GEF), União Europeia (UE) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Além disso, foram destinados investimentos significativos pelo próprio Governo de Angola, como informou o Coordenador Nacional do Projecto durante o evento. Dentre os principais pontos discutidos durante o encontro, acordou-se sobre a necessidade de estender a fase de implementação dessa iniciativa de conservação da biodiversidade até Abril de 2018. O Ministério do Ambiente (MINAMB) informou que o Governo tem o interesse de  elevar o Parque Nacional em   Reserva da Biosfera.

O governo provincial enfatizou a importância do ecoturismo como um dos instrumentos de desenvolvimento económico da Província do Namibe e reconheceu a importância dos parques nacionais, inclusive o Parque do Iona, como atrações para os turistas. O Representante Residente do PNUD também mencionou o elevado potencial que as riquezas naturais de Angola têm para o desenvolvimento do país, potenciar o ecoturismo, integrar as comunidades residentes na gestão do parque e chamou atenção ao fato que o Iona pode ter um papel emblemático em posicionar o Pais no âmbito internacional. O MINAMB destacou a parceria com o Ministério de Hotelaria como oportunidade para atrair investidores particulares, através da identificação de espaços para a construção de lodges em áreas de conservação.