Mensagem do Secretário Geral sobre o Dia Internacional da Amizade - 30 de julho de 2016

Jul 30, 2016

A pobreza, a violência, os abusos dos direitos humanos e outros grandes problemas na agenda global têm em comum uma falha de respeitar normas e valores fundamentais desenvolvidos ao longo de milênios. Quando a ambição prevalece sobre preocupações pela saúde do nosso planeta e dos seus habitantes, quando a crença fanática à uma ideologia se mantém a todo custo e quando as pessoas violam os direitos humanos de outras pessoas porque são considerados de alguma forma menor, vai contra a herança da humanidade e nosso futuro bem-estar é colocado em perigo.

Ao enfrentar essas crises, temos de abordar as suas causas, promovendo e defendendo um espírito partilhado de solidariedade humana. A nível global, esta ideia pode se manifestar de várias formas, que vão desde a assistência internacional ao fomento de políticas. E a nível individual, pode assumir a forma amizade simples e incondicional.

A amizade é uma alegria em si mesmo, conferindo felicidade e uma sensação de bem-estar. E a acumulação de laços de solidariedade ao redor do mundo podem contribuir para alcançar mudanças fundamentais que são urgentemente necessárias, para alcançar uma estabilidade duradoura.

As forças da discórdia que tentam activamente minar a paz, a segurança e a harmonia social não podem competir com este gesto, simples mas poderoso de estender uma mão para aqueles que fazem parte dos nossos próprios círculos pessoais e, em especial, para as pessoas que estão fora. Os laços de confiança podem construir uma rede de segurança que irá proteger a todos nós. A medida que temos maior consciencia e somos mais compreensivos, podemos alcançar a compaixão e despertar a paixão por um mundo melhor, onde todos estão unidos para o bem comum.

Neste Dia Internacional da Amizade, tomemos a decisão de valorizar e cultivar o maior número possível de relacionamentos de afecto, que enriquecem as nossas vidas e contribuem para um futuro melhor.