Angola: Helen Clark reafirma compromisso da Agenda 2030 em "não deixar ninguém para trás" com a equipa do PNUD

Jul 25, 2016

Luanda, 25 de Julho de 2016 - “O suporte do PNUD à implementação da Agenda 2030 é uma prioridade máxima da nossa organização”, disse Helen Clark, durante o encontro que manteve com a equipa do PNUD em Angola, salientando que a Agenda 2030 foi concebida para enfrentar os principais desafios mundiais para os próximos 15 anos.

Durante a sua intervenção a Administradora do PNUD, Helen Clark  frisou que “O PNUD tem a capacidade técnica disponível para apoiar os países nas diversas áreas como a erradicação da pobreza, redução das desigualdades, governação democrática,  ambiente e mudanças climáticas, redução de riscos e desastres, género. Reforçaremos o apoio aos programas e projectos dos países para terem o acesso ao financiamento para o desenvolvimento sustentável, e para atingir uma gestão eficiente de recursos, bem como o acesso a tecnologia e assistência técnica para alcançar os progressos nacionais ao nível dos ODS” declarou.

A Administradora do PNUD também destacou que o PNUD está bem equipado para apoiar os governos e os parceiros internacionais na implementação bem sucedida dos programas e projectos. Acelerar a obtenção de resultados concretos e bem sucedidos em benefício do povo.

“Um maior foco para o trabalho do PNUD é um dos objectivos do nosso actual Plano Estratégico e reafirma o compromisso do PNUD e disponibiliza o apoio para a implementação da Agenda 2030. A nossa organização está mais aberta e transparente, custos operacionais foram reduzidos significativamente; colaboradores e serviços de apoio foram alocados nos escritórios regionais próximos aos Escritórios de Países em que servem, os programas são concebidos com altos padrões; e o monitoramento e avaliação foram aperfeiçoados”. O PNUD trabalhará com os programas dos países para monitorar, aprender, relatar e aplicar lições aprendidas na implementação dos ODS, construídas com base na experiência da organização com os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM)”, referiu.

Ao finalizar a sua intervenção, Helen Clark disse: “Enfatizamos que“não deixar ninguém para trás”, será o nosso lema  para honrarmos o compromisso da Agenda 2030. Nós continuaremos a nos empenhar para termos resultados de alta qualidade no nosso trabalho e para guiar e promover uma ampla sinergia e colaboração para o desenvolvimento dos países com o sistema da ONU”.