Mensagem do Secretário-geral da ONU para o Dia Internacional das Florestas, 21 de Março de 2016

Mar 21, 2016

As florestas de todo o mundo são essenciais para levar a cabo a nossa visão partilhada para as pessoas e o planeta. Elas são centrais para a prosperidade no futuro e para a estabilidade do clima a nível global. Esta é a razão pela qual os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável  apelam a acções transformadoras que as salvaguardem.

Neste primeiro ano de implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, o Dia Internacional das Florestas centra-se no papel das mesmas para os sistemas aquíferos.  As bacias hidrográficas florestais fornecem três quartos da água potável utilizada na agricultura, indústria e habitação.

Os habitantes de Bogotá, Durban, Jacarta, Madrid, Nova Iorque, Rio de Janeiro e muitas outras grandes cidades dependem das áreas florestais para obterem uma parte considerável da água para consumo. Quando protegemos e regeneramos as bacias hidrográficas florestais, podemos evitar custos com a construção de novas infraestruturas para purificar a água.

Como o aumento da população global e da procura de água, é urgente salvaguardar a capacidade de obtenção da água através das florestas. Até 2025, perto de 1,8 mil milhões de pessoas vão viver em áreas com grande escassez de água e dois terços da população mundial poderão enfrentar problemas devido ao condicionamento dos recursos hídricos.

As florestas são também centrais para enfrentar as alterações climáticas. As florestas fornecem um dos sistemas mais eficientes e rentáveis de captura e armazenamento natural de dióxido de carbono. Investir nas florestas é uma espécie de seguro para o planeta.

No entanto, apesar da sua crucial importância, as florestas continuam a ser arrasadas e danificadas. Todos os anos, perdem-se sete milhões de hectares de florestas naturais e 50 milhões de hectares de terreno florestal são queimados.

Neste Dia Internacional das Florestas, apelo aos governos, empresas, sociedade civil e outros parceiros a que adoptem políticas holísticas e práticas para proteger, regenerar e sustentar florestas saudáveis, pelo o nosso futuro comum.